Circuito das Águas Paulista busca indicações geográficas para reconhecer as cachaças e os cafés produzidos na região

O Circuito das Águas Paulista está em busca da conquista da Indicação Geográfica na modalidade Indicação de Procedência para as cachaças e cafés produzidos na região. As Indicações Geográficas projetam uma imagem associada à qualidade, à reputação e à identidade de produto ou serviço, assim o registro pode conferir maior competitividade dos produtos no mercado brasileiro e internacional, melhorando e ampliando a comercialização dos produtos ou a oferta de serviços.

A certificação agrega valor aos produtos, o que atrai para a região turistas que valorizam a qualidade dos cafés e cachaças premiados e resulta numa oportunidade de crescimento enorme no mercado. Além disso, a cultura e a tradição serão valorizadas e empregos serão gerados, fortalecendo a região como destino turístico.

O processo de obtenção da Indicação Geográfica conta com apoio logístico do Sebrae, do Instituto Federal de São Paulo, e das prefeituras das nove cidades envolvidas. 

As cidades do Circuito das Águas Paulista que serão impactadas com o alcance da Indicação Geográfica serão Águas de Lindóia, Amparo, Holambra, Jaguariúna, Monte Alegre do Sul, Lindóia, Pedreira, Serra Negra e Socorro. São dezenas de produtores da região que terão seus produtos artesanais e, alguns orgânicos, devidamente destacados no mercado nacional e internacional.