Circuito das Águas Paulista

Última alteração feita em 29 de Abril de 2016 às 10h57

O Circuito das Águas Paulista foi oficialmente lançado em novembro de 2004, é formado por 8 cidades: Águas de Lindóia, Amparo, Jaguariúna, Lindóia, Monte Alegre do Sul, Pedreira, Serra Negra e Socorro, o Circuito das Águas Paulista é o destino dos turistas que buscam tranqüilidade, ar puro, água boa, cultura, história, aventura e boas compras.

Localizadas na Serra da Mantiqueira, a 130 km de São Paulo e a 60 km de Campinas, as 8 cidades do Circuito tem em comum além de lindas montanhas, vales, rios e cachoeiras, o clima ameno das montanhas, a abundância de água e excelente qualidade, a influência da colonização italiana, a herança da cultura do café, e o charme da divisa com Minas Gerais. Tudo isso proporcionam que o Circuito seja um diversificado e agradável roteiro turístico.

Privilegiado pela exuberante natureza, o Circuito das Águas Paulista, é abundante em montanhas, vales, rios, cachoeiras, grutas, picos e matas, que proporcionam um turismo rural com diversos empreendimentos voltados para essa área além de excelentes hotéis fazenda. O Ecoturismo, com a prática de mais de 20 modalidades de esportes de aventura. As fonte de água mineral jorram com excelente qualidade aos quatro cantos e é possível desfrutá-las em balneários com banhos de imersão, para um merecido relaxamento.

As compras variam entre malhas, artesanatos, couro, porcelanas, cachaça, café e produtos orgânicos. O Circuito das Águas Paulista oferece um turismo completo para quem chega com malas cheias de disposição para conhecer o que o Estado de São Paulo tem de melhor.

Rotas de tropeiros que iam em busca do ouro a caminho de Goiás e Minas Gerais, as oito cidades têm suas peculiaridades mas também suas semelhanças.

Engana-se aquele que pensa em visitar o Circuito das Águas Paulista é sombra e água fresca. O roteiro é muito mais extenso e agitado. Nas oito cidades que integram o circuito é possível radicalizar com 22 modalidades de esportes de aventura: aprender ainda mais sobre história do Brasil indo nas fazendas que no passado abrigavam sinhás e escravos; sentir-se como uma sentinela vigiando as tropas inimigas na fronteira dos
estados de Minas Gerais e São Paulo; ordenhar vacas e ovelhas, acompanhar a  produção artesanal de queijos, vinhos, cachaças e claro beber muita água mineral direto da fonte.

Informações sobre o Circuito

Nº de visitantes
80.000 pessoas mês – 1.5 MM ano

Venda de Malhas
R$ 100 MM ano

Faturamento Meios de Hospedagem
R$ 30 MM ano

Participação do Turismo na Economia 
(sem grandes Indústrias – Ype, Ambev, Motorola)
20% da economia

Crescimento esperado
10% aa

Crescimento esperado nas férias
20%

 

Circuito das Águas Paulista

Clique abaixo e faça o download do logo:

Anexo Tamanho
Circuito_das_Aguas_Paulista.png 1.91 KB