Parcerias são foco de futuras exposições no Museu Bernardino de Campos

Parcerias são foco de futuras exposições no Museu Bernardino de Campos

Publicado em 19 de Março de 2019 às 15h46 Última alteração feita em 19 de Março de 2019 às 15h46

Categorias:

 

O secretário de Cultura, Turismo, Esportes e Lazer, Marcelo Craveiro defendeu parcerias para a realização de eventos e exposições no Museu Pedagógico Bernardino de Campos, em Amparo.

Na tarde de quarta-feira, 13/3, Craveiro esteve reunido com organizadores da exposição “Ogbon Itan” – A Arte e a História das Áfricas no Brasil, que faz alusão aos 150 anos de abolição da escravatura.

“O Museu Bernardino de Campos é uma referência no Estado de São Paulo. Hoje, pudemos conversar com a neta do patrono do museu, a Odila de Campos Fonseca, que nos apresentou esse projeto”, ressaltou Craveiro.

Além dela, Andreia Mendes e Jonatas Aparecido Silva explanaram sobre a mostra que apresenta obras de 11 países africanos (Costa do Marfim, Nigéria, Gana, Congo, Benin, Serra Leoa, Mali, República de Camarões, Angola, Gabão e Etiópia).

 

O Museu

 

Um dos museus mais completos do Estado de São Paulo. Prédio construído no ano de 1885, para ser residência do Coronel Luiz de Souza Leite, este edifício acolheu mais tarde a Prefeitura, a Câmara Municipal e o Serviço de Águas e Esgotos, sendo que hoje abriga o Museu Bernardino de Campos.
O rico acervo do Museu Bernadino de Campos compreende cerca de 18.000 objetos, constituído de mobiliário do século XIX, vestuário, instrumentos musicais, veículos, porcelanas, coleções de minerais, líticos (pedras com ação humana), insetos, instrumentos e aparelhos de antigas boticas e farmácias e milhares de obras, muitas delas bastante rara e algumas únicas no Brasil. Devido a diversidades do acervo, o Museu Bernardino de Campos é considerado um dos mais completos do Estado de São Paulo, atraindo turistas e pesquisadores do Brasil e exterior.
A exposição de longa duração do Museu Bernardino de Campos pode ser caracterizada como representativo de costumes; tem como objetivo apresentar um fragmento das coleções de forma a promover a preservação de artefatos como patrimônio material e compreensão da trajetória do indivíduo e da sociedade no tempo histórico, passou a contar com exposição temporária, para que assim a rotatividade das peças aconteçam com maior frequência.
O Museu conta também com palestras, oficinas, Work Shop, entre outros, para que a população em geral tenha um atrativo diversificado dentro da instituição.